Imagem de mesa de jogadores de pôquer

Jogadores de pôquer habilidosos não ganham por ter uma mão melhor. Eles ganham porque entendem que o conceito de imagem na mesa o usa a seu favor. Podemos usar a imagem dos jogadores de pôquer na mesa para entendê-los.

Existem três tipos de imagem de mesa em um jogo de pôquer.

  • O tipo de jogador que você acha que seus oponentes são.
  • O tipo de jogador que seus oponentes pensam que você é.
  • O tipo de jogador que você pensa que é.

Entender essas três imagens da mesa dá a você uma vantagem contra seus oponentes. Mesmo se você tiver cartas horríveis, você pode virar a mesa aproveitando a imagem do seu oponente na mesa.

A imagem do oponente

A imagem do seu oponente é como você o percebe. Observe seus padrões e entenda seu comportamento de jogo. Após uma avaliação cuidadosa, você pode concluir o tipo de jogador que eles são. Seu oponente pode ser agressivo, rígido, direto ou simplesmente burro.

Certifique-se de não generalizá-los com base em sua aparência, raça ou gênero. Não deixe que os estereótipos atrapalhem seu julgamento.

Por exemplo, você pode ter encontrado muitos jogadores jovens que jogar agressivo pôquer. Essa experiência permite que você acredite que todo jovem jogador é agressivo. No entanto, essa suposição pode não ser válida para todos os jovens jogadores e pode tirá-lo do jogo.

É mais fácil tirar conclusões com base na primeira impressão que seu oponente cria. Quem sabe, talvez seu oponente esteja tentando te enganar. Você pode querer saber que alguns jogadores se vestem mal para dar a impressão de que são ingênuos.

Da mesma forma, alguns jogadores criam uma impressão de novato e rapidamente fazem movimentos ousados. Portanto, é essencial manter a atualização da imagem do seu oponente. Não permita que a experiência de um jogo ruim atrapalhe seus pensamentos enquanto avalia um oponente em um novo jogo.

Agir

Depois de ter certeza da imagem do seu oponente, você deve começar a fazer movimentos de acordo com o mesmo. Você não avançará no jogo se não tomar as medidas necessárias. Tente interpretar o que significam as ações de seu oponente, usando-as contra eles.

Se você interpretou que seu oponente é fraco e não quer pagar seu blefe, use isso a seu favor, caso contrário, será um desperdício de sua interpretação. Porém, você deve ser cauteloso e agir somente depois de ter certeza sobre o comportamento do oponente.

Vamos supor que você observou que seu oponente é um jogador forte e sempre busca um aumento. Portanto, você concluirá que seu oponente é agressivo. Essa conclusão pode ajudá-lo de muitas maneiras.

Se seu oponente aumentar, isso permitirá que você reduza as cartas que ele tem. Você provavelmente pode pagar ou aumentar as apostas ainda mais se tiver um Ás melhor. Digamos que você tenha cartas mais fracas. A melhor jogada seria desistir ou passar.

Pelo contrário, se você sabe que seu oponente é um jogador selvagem que aumenta impacientemente. Você pode restringir as cartas que seu oponente pode ter e aumentar ou pagar de acordo. O comportamento de perda do oponente trabalhará a seu favor e o ajudará a ganhar muito.

Interprete como seus oponentes se movem e aumente ou desista de acordo. Meramente formar uma opinião e esperar por uma mão melhor não fará nenhum bem. Ajudaria se você aprendesse como use suas cartas para tirar vantagem da imagem do seu oponente.

Imagem da sua mesa

A segunda imagem na mesa é o que seu oponente pensa que você é. Se você está lendo seus oponentes, há uma boa chance de que um oponente habilidoso também esteja lendo você.

Você pode tirar vantagem da imagem do seu oponente enquanto joga contra jogadores simples para apostas mais baixas. Se as apostas são mais altas e os jogadores são pensadores estratégicos, você também deve considerar sua imagem na mesa.

Em casos como este, o adversário pode estar se aproveitando da sua imagem. Portanto, certifique-se de considerar os pensamentos deles sobre você.

Para entender que imagem você tem na mesa, tente se olhar através da perspectiva de seu oponente. Você deve pensar em como seus oponentes olham para você e não sobre a imagem que você deseja manter.

Bem, é mais fácil falar do que fazer. Alguns jogadores só pensam em como gostam de ser vistos e são pegos nessa brecha. Essa abordagem egoísta acaba fazendo o adversário vencer. Para acabar com essa lacuna, você precisa esquecer o que pensa por si mesmo.

Como usar a imagem da mesa a seu favor?

Você deve usar sua imagem na mesa a seu favor, fazendo exatamente o oposto do que seus oponentes estão esperando. Dessa forma, você arma uma armadilha para eles e espera a oportunidade certa de mostrar suas cartas reais.

Evite blefar se seu oponente achar que você é um lunático entusiasmado demais. Eles nunca vão acreditar em você em primeiro lugar e vão denunciar o seu blefe. Em tal situação, você pode apostar mais alto e ser agressivo se tiver uma mão forte.

Por outro lado, você deve perseguir seus oponentes se eles o perceberem como um jogador fraco. Eles irão blefar com suas cartas medíocres e esperam que você desista. Você pode virar o jogo chamando-os para fora, e voila! Você ganha o prêmio e o respeito.

Resumindo

A imagem da mesa está sempre mudando. Nunca é estático. Conforme o jogo avança, você deve reavaliar a imagem do seu oponente na mesa. Um oponente atento também fará uma verificação constante da sua imagem na mesa.

No começo, é fácil para você enganar o oponente. Conforme o jogo avança, seu oponente pode ser capaz de decifrar o código. O oponente entenderia que você é um jogador forte blefando com cartas medíocres.

Suponha que você possa entender que seu oponente decifrou o código. Aprecie-os em seu coração, mas mude sua estratégia. Use isso para enganá-los e não blefar. Cada vez que você joga, considere os três tipos de imagens da mesa com as cartas distribuídas. 

Deixe um comentário